Apelo à Ação na Europa

Numa reunião de alto nível realizada este mês em Atenas, as partes interessadas europeias encontraram-se para discutir os efeitos da crise económica no acesso a serviços para a hepatite B e C. Com base no Apelo à Ação da OMS lançado no mês passado, a reunião europeia resultou num Apelo à Ação na Europa que lista as prioridades urgentes para ação na Europa “para lidar com o impacto económico, social e em termos da saúde pública da hepatite B e C”.

O Apelo à Ação “encoraja os Estados-Membros da União Europeia (UE) a lidar com os obstáculos e a investir no financiamento sustentável e baseado em evidências para a prevenção, diagnóstico e tratamento da hepatite B e C, através de planos de ação nacionais coordenados enquanto prioridade de saúde pública urgente, particularmente no que toca às restrições fiscais e à crise económica persistente”. Também aprofunda as questões específicas, pedindo aos governos para lidar com os obstáculos ao conhecimento baseado em evidências, às barreiras ao acesso à prevenção, diagnóstico e serviços de tratamento, e aos obstáculos relacionados com o estigma social e a discriminação. Pode ler o Apelo à Ação completo aqui no nosso website (em inglês).